Fratura de órbita: basta um simples incômodo nos olhos, como a reação a uma luminosidade intensa ou a uma partícula estranha, para lembrar da sensibilidade da região.

Em volta do globo ocular, exatamente para protegê-lo de interações externas indesejadas, existem algumas estruturas que ajudam a preservá-lo e você conhece pelo menos duas delas: a pálpebra e os cílios. Além deles, há: a conjuntiva, a glândula lacrimal e a órbita. Esse último componente é que protege o olho quando sofre algum impacto, podendo ter uma fratura de órbita.

A órbita cumpre sua função de resguardar o globo ocular com um conjunto ósseo que envolve o bulbo, músculos, nervos, vasos sanguíneos e aparelho lacrimal, ou seja, ao sofrer uma fratura de órbita, todas essas áreas ficam expostas a possíveis complicações e podem afetar a qualidade da visão.

O que é fratura de órbita?

É uma lesão ocular causada por algum tipo de impacto na área: acidentes de carro, de trabalho e agressões físicas são as principais causas que levaram pacientes a esse quadro clínico.

Entre os ossos da estrutura da órbita, o mais frágil deles é o Etmoide e o assoalho– ficam na parte medial e inferior da órbita e tem espessura fina, o que o torna a área mais atingida por quem sofre de fratura orbitárias. Mas, diante da complexidade que compõe a estrutura, é adequado apresentar todos os ossos, que são: frontal, zigomático, lacrimal, etmoide, esfenoide e palatino.

Quais são os sintomas da fratura orbital?

Muitas vezes, os indícios da fratura de órbita são ignorados pelos pacientes pois, por estarem quase sempre vinculados a acidentes, aguarda-se, geralmente, algum tempo à espera de melhoras, que, dependendo da gravidade da lesão ocular, pode não acontecer.

Por isso, fique atento aos principais sintomas: a fratura orbital, se não tratada, atrapalha diretamente a produtividade profissional e a rotina do dia a dia.

  • Dor e inchaço;
  • Visão dupla (diplopia);
  • Acúmulo de ar abaixo da pele periocular;
  • Afundamento do globo ocular (olho fundo).

O trauma de órbita causa, anualmente, mais de 500 mil diagnósticos de cegueira no mundo. Esse número, com certeza, é suficiente para quem suspeita sofrer dessa enfermidade agendar uma consulta médica e investigar a questão.

Para aqueles que não se encontram nesta situação, encontrar maneiras de evitar fraturar a órbita ocular – por exemplo, o uso de óculos especiais durante a prática de atividades físicas – é uma atenção que a sua visão merece.

Se minha órbita está fraturada, tem como recuperá-la?

Apenas o médico oftalmologista poderá avaliar a lesão ocular. Um dos exames fundamentais para o diagnóstico, é a tomografia de órbita.

O exame de imagem é capaz de identificar alterações como fraturas, hematomas e problemas vasculares, uma ocorrência alta em casos de fratura de órbita.

Se necessário, será realizada uma cirurgia de órbita para reparar os danos provocados pelo impacto tanto na estrutura óssea como no globo ocular. Entretanto, também existe tratamento conservador sem cirurgia para fraturas da órbita de menor porte.

Uma relação médico-paciente que você nunca viu

O olho é uma região extremamente sensível e, quando vinculado à fratura de órbita, a fragilidade fica ainda mais evidente, por isso, é preciso confiar no seu médico oftalmologista.

Ao pensar em confiança, com certeza, contato direto, atendimento personalizado e capacidade profissional fazem a diferença. E é isso que o Dr. Victor Marques, oftalmologista e cirurgião de órbita oferece: uma relação humana, rara nos atendimentos médicos.

Somado a muito conhecimento técnico para você sempre se sentir seguro.

O Dr. Victor Marques é PhD em Medicina, com ênfase em Morfofisiologia das Estruturas Faciais pela Universidade de São Paulo, com fellowship em Oculopástica pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (USP) e também com experiência internacional nos Estados Unidos, México, Argentina, Canadá e Itália.

Quer falar com ele, esclarecer suas dúvidas e agendar sua consulta? Acesse e envie uma mensagem via WhatsApp diretamente para o Dr. Victor Marques. Sim, ele mesmo atende e responde você!

O atendimento é para todo o Brasil. Mora no Espírito Santo, Bahia, Rio de Janeiro ou Rio Grande do Sul? Ele vai te responder ai na sua cidade.

Fale diretamente com o Dr. Victor Marques pelo Whatsapp: (31)99377-0002

Recommended Posts