Compressão Do Nervo Óptico

O Nervo Óptico é formado por fibras nervosas, que se conectam à retina na parte posterior do olho que capta a luz. Sua principal função é transmitir as imagens recebidas pela retina e enviá-las ao cérebro, através de impulsos elétricos. O cérebro fará a interpretação de cores, formas, tamanhos e distâncias, encerrando o processo da visão.

O nervo óptico é extremamente sensível, e também podem ser acometidos por enfermidades ou sofrer danos secundários a doenças que acometem a órbita causando Compressão do Nervo Óptico.

A Compressão do Nervo Óptico acontece quando, por um motivo ou outro, o Nervo fica pressionado por outra estrutura no interior da órbita, provocando uma falha em sua função de transmissão de impulsos. Quando não tratada em tempo, a Compressão do Nervo Óptico pode levar à interrupção total das conexões da retina com o cérebro, causando cegueira.

Enfermidades Oculares que podem desencadear a Compressão do Nervo Óptico:

Orbitopatia de Graves (doença de Graves)–  inflamação orbitária, de origem autoimune, que provoca aumento do volume das estruturas da órbita.

Câncer de Órbita – o aparecimento de um tumor dentro da órbita também pode acarretar em compressão do nervo óptico;

Fraturas Craniofaciais – depois de um murro, uma pancada muito forte ou de um acidente frontal, dependendo de como a parede da órbita se quebrar, a fratura pode pressionar o nervo óptico.

A descompressão do nervo em casos agudos torna-se imprescindível para a preservação da visão do paciente. Através de uma consulta com um médico oftalmologista com experiência em cirurgia de órbita na cidade de Belo Horizonte, o tratamento ideal poderá ser definido.

 

Quer saber mais sobre o Dr. Victor Marques?
Acesse a Área de Atendimento e entre em contato conosco. Se preferir, fale conosco pelo WhatsApp (31) 99641-7565