Notícias

05
Jun

Entrevista com Dr. Victor Marques, oftalmologista de Cirurgia de Fratura de Órbita

cirurgia de fratura de órbita

Você tem dúvidas sobre a Cirurgia de Fratura de Órbita? Confira a entrevista com o Dr.Victor Marques

A região dos olhos é um local delicado e qualquer trauma ou fratura nessa região causa sérios prejuízos. Os agravos vão desde aspectos estéticos até danos nas funcionalidades e capacidades do rosto, ou mesmo pode surgir a necessidade de realizar a Cirurgia de Fratura de Órbita.

A fratura de órbita, por exemplo, apresenta sintomas como pálpebras caídas, olho fundo e visão dupla. Ao notar a presença de algum desses sintomas recomenda-se procurar um médico especialista para saber se há necessidade de uma cirurgia.

Se for o caso, imaginamos que você tenha algumas dúvidas. Por isso, realizamos uma entrevista com o Dr. Victor Marques na qual ele responde algumas dúvidas sobre a Cirurgia de Fratura de Órbita:

 

  1. Sabe-se que há alguns tipos de fratura de órbita. Para todos esses tipos a cirurgia de fratura de órbita é a única solução? Existem outros tipos de tratamentos que podem ser aplicados nesses casos?

Resposta do Dr Victor: Alguns casos onde a fratura é pequena ou em regiões da órbita onde não irá causar nenhuma forma de restrição no futuro, pode se optar por um tratamento conservador sem cirurgias.

  1. Existe um período específico para realizar a cirurgia, varia caso a caso, ou deve ser realizada o quanto antes for possível?

Resposta do Dr Victor: Nos casos das fraturas abertas com cortes amplos o tratamento é realizado de imediato no próprio pronto atendimento. Nos outros casos a fratura e reavaliada com imagens e exames especializados 15 dias depois do trauma e a partir de então indicam-se o tratamento cirúrgico. Casos com encaceiramento e sofrimento de algum músculo extra ocular, casos de dificuldade de abertura bucal significativa, a correção é realizada o mais rápido possível.

  1. Os sintomas da fratura de órbita, como visão dupla, olho fundo e pálpebra caída desaparecem após a realização da cirurgia? Quanto tempo demora para que a visão volte ao normal? Em quanto tempo o paciente pode ser liberado para realizar as atividades diárias?

Resposta do Dr Victor: A reabilitação varia muito de caso para caso dependendo da gravidade. A diplopia é esperado que melhore de 3 a seis meses. A partir daí outros tratamentos podem ser realizados.

  1. É possível fraturar a órbita após pancadas em outras partes do rosto que não sejam necessariamente o olho? Se a lesão for, por exemplo, na bochecha, contra algum móvel pontiagudo, e mesmo assim surgir deformidade no olho do lado da pancada, é possível que tenha acontecido uma fratura de órbita? Será preciso fazer cirurgia nesse caso?

Resposta do Dr Victor: Sim. Toda fratura facial pode estar acompanhada de uma fratura de órbita.

  1. É preciso realizar mais de uma cirurgia para reconstruir a cavidade orbitária?

Resposta do Dr Victor:  Depende de caso para caso, somente com um acompanhamento clínico podemos afirmar esta questão.

  1. Há um período para a completa consolidação óssea, após cirurgias de fratura de órbita? Durante esse período, há algum tipo de desconforto?

Resposta do Dr Victor:  Normalmente consideramos um mês o período de repouso, mas isso pode variar até 3 meses dependendo da gravidade

  1. Nas cirurgias de correção de olho fundo, o olho volta ao formato original ou não? O que é que não se consegue recuperar apesar da cirurgia? O contorno do olho fica distorcido?

Resposta do Dr Victor: Sim. A cirurgia é realizada com este objetivo de voltar o olho para a posição original. A diplopia pode ficar residual mesmo com uma cirurgia de sucesso.

Se você estiver procurando um especialista em oftalmologia com experiência em cirurgia de fratura de órbita para reparar os danos devido a uma fratura, fale conosco ou entre em contato diretamente com o Dr. Victor Marques através do Whatsapp (31) 9 9377-0002 e agende agora uma consulta.

398