Fístula Carótido-Cavernosa

Fístula Carótido-Cavernosa (FCC)– o termo fístula ao se referir a vasos sanguíneos é utilizado quando acontece uma comunicação entre uma artéria e uma veia em qualquer parte do organismo causando aumento do fluxo sanguíneo venoso (aumento de pressão venosa). A FCC  ocorre quando essa comunicação se faz entre a artéria carótida interna e uma estrutura de emaranhados de vasos venosos denominado seio cavernoso. Esta comunicação pode ocorrer direto da artéria carótida interna também chamadas de fístulas diretas ou de algum dos ramos dessa artéria na mesma região conhecidas como fístulas indiretas. Dentro e próximo ao seio cavernoso passam todos os nervos responsáveis pela parte motora (movimento ocular) e sensitiva dos olhos, assim como, é uma estrutura próxima ao quiasma óptico estrutura anatômica de onde saem os dois nervos ópticos responsáveis pela visão.

As Fístulas Carótida-Cavernosas podem se formar de maneira espontânea (cerca de 25% dos casos) ou, aparecerem secundárias a traumas craniofaciais (como ocorre em 75% dos casos). [1-3]

Referências:

  1. Kohli, G.S. and B.C. Patel, Carotid Cavernous Fistula, in StatPearls. 2018: Treasure Island (FL).
  2. Henderson, A.D. and N.R. Miller, Carotid-cavernous fistula: current concepts in aetiology, investigation, and management. Eye (Lond), 2018. 32(2): p. 164-172.
  3. Ellis, J.A., et al., Carotid-cavernous fistulas. Neurosurg Focus, 2012. 32(5): p. E9.

 

Quer saber mais sobre o Dr. Dr Victor Marques?
Acesse a Área de Atendimento e entre em contato conosco. Se preferir, fale conosco pelo WhatsApp (31) 99641-7565